sábado, 9 de fevereiro de 2013


Imagem inline 1

segunda-feira, julho 29, 2013

GOVERNO DO PT PEDE SOCORRO AO FMI. UÉ! NÃO DIZIAM QUE ERA O BRASIL QUE ESTARIA EMPRESTANDO AO FMI? QUE ESTAVA TUDO MARAVILHOSO?

Situação caótica: Governo de Lula e da Dilma bate na porta do FMI
Num esforço para melhorar a imagem da política fiscal brasileira, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, pediu à diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, que a instituição mude a forma como calcula a dívida bruta do país. Número que reúne os débitos interno e externo dos governos federal, estaduais e municipais, a dívida bruta é um dos indicadores mais observados pelo mercado para avaliar a situação das contas públicas de um país. O Brasil vem elevando seu estoque e hoje, pelo critério do FMI, é a economia emergente em pior situação.

Os dados do Fundo apontam que, no Brasil, a dívida bruta fechou 2012 em 68,5% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país). Na Índia, o estoque é de 66,8%, na China, de 22,8%, e na Rússia, de 10,9%. No entanto, pela metodologia usada pelo governo para calcular o número, a dívida está num patamar bem menor: em 58,7% do PIB no ano passado e agora em 59,6%.


Na carta entregue a Lagarde na semana passada, Mantega afirma que o Brasil fez grandes avanços na política fiscal na última década e defende que a mudança na metodologia daria uma visão mais clara sobre o perfil da dívida do país. O maior problema para o governo está no fato de que o FMI inclui no cálculo do indicador todas as emissões de títulos que o Tesouro Nacional faz para o Banco Central (BC). Esses papéis são postos na carteira do BC para que a autoridade monetária faça as chamadas operações compromissadas, que enxugam a liquidez no mercado. Leia MAIS


MEU COMENTÁRIO:
Mas que negócio é esse agora? Afinal, Lula passou um bom tempo jactando-se da proeza do Brasil, sob o seu governo, de ter liquidado a dívida contraída com o FMI e que de devedor passou a ser credor do Fundo. Nessas condições era o Brasil então invertera o jogo e passava a emprestar dinheiro ao FMI. Ah!, tem também o tal Fundo Soberano. A quantas anda???


Agora a verdade verdadeira aparece. As contas do governo estão desgovernadas, a inflação voltou e ameaça a maior conquista brasileira que foi o Plano Real. O responsável por esse desastre é o governo do Lula e da Dilma.

Tanto é que o PT e suas ninjas decidiram partir para o tudo ou nada e no desespero espalham o terror nas ruas para desviar a atenção sobre uma questão crucial: as contas do governo.


Como sempre o prejuízo de todos os governos comunistas são debitados na conta dos cidadãos. Os brasileiros é que terão que pagar as brutais despesas de um Estado Leviatã criado para saciar o ego de Lula e seus sequazes. Esse é o projeto do PT, o projeto da pilhagem dos cofres público.

E o Sr.
Mantega ainda tem a cara e a coragem de pedir ao FMI para mudar as regras de cálculo para fechar uma conta que não fecha nem a pau. Os dados do Fundo apontam que, no Brasil, a dívida bruta fechou 2012 em 68,5% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país).

A situação do Brasil mostra-se como a pior entre os denominados países emergentes. Isso afugenta investidores, paralisa a economia do país e encurta de forma dramática os salários!


O governo do PT é uma mentira que sobreviveu até aqui à força de campanhas internacionais de marketing. Como nunca antes neste país. Ou seja, o governo do PT é uma mentira, como sempre foi desde o primeiro dia em que ocupou o Palácio do Planalto para pouco depois deflagrar o escândalo do mensalão.



fonte : http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2013/07/governo-do-pt-pede-socorro-ao-fmi-ue.html



0 comentários:

Postar um comentário

Followers

Google+ Followers

Leve nosso QR Code

Leve nosso QR Code