domingo, 7 de setembro de 2014

JUIZ SANDRO RAFAEL BARBOSA PACHECO


JUIZ CELSO MAZITELI NETO

1- Eu tenho o direito de me defender sim ESTÁ NA CONSTITUIÇÃO

2- Tenho nome e sobrenome e meu marido também

3- COBRANÇA VEXATÓRIA (NOS CHAMAR EM UM PROCESSO QUE É PÚBLICO DE DEVEDORES) É CRIME.
A) TENHO AMPLO DIREITO A DEFESA, APRESENTAÇÃO DE PROVAS E TESTEMUNHAS.
B) TENHO PROVAS DE QUE A DÍVIDA NÃO EXISTE É EXTORSÃO.
C) DISCRIMINAÇÃO TAMBÉM É CRIME (ELE MANDA QUE EU SEJA COBRADA POR MANDADO E A MICHELE - ESTELIONATÁRIA SEJA NOTIFICADA PELO ADVOGADO DELA).


Só um comentário básico:
Tenho o direito de duvidar que eles sejam juízes, pelos erros grotescos de concordância, cometidos nas sentenças. Ou então é pior, alguém escreveu (que não eles) e eles assinaram sem ler...

"15/09/2014 Rem etido ao DJE
Relação: 0217/2014 Teor do ato: Os coexecutados Francisco e Ignes são beneficiários da gratuidade de justiça e estão representados nos autos pela Defensoria Pública. Após o recolhimento da GRD, intimem-se os devedores Francisco e Ignes, por mandado, a realizar o pagamento do montante indicado a fls. 224 (R$ 49.915,36) no prazo de 15 dias, sob pena de aplicação da multa de 10% e posterior constrição de bens. No mais, intime-se a devedora Michelle, por meio de seu advogado, a realizar o pagamento do montante indicado a fls. 225 (R$ 55.378,40) no prazo de 15 dias, sob pena de aplicação da multa de 10% e posterior constrição de bens. Int. Advogados(s): Marco Antonio Carmona (OAB 159039/SP), Maria Celina Gianti de Souza (OAB 176965/SP), Luciana de Oliveira Marçaioli (OAB 291980/SP)"

Ignês Bassani Salgado
ignesbsalgado@gmail.com






0 comentários:

Postar um comentário

Followers

Google+ Followers

Leve nosso QR Code

Leve nosso QR Code