sexta-feira, 17 de outubro de 2014


Senhor deputado petista Arlindo Chinaglia:


O Sr. protagonizou uma cena lamentável na entrada daquele edifício que se supunha fosse a casa do povo.
Quando esse mesmo povo ali reunido, tentando entrar nos lugares a que tem todo direito, lhe fez ver o que pensa da atual situação política do país, o Sr. teve a grosseria de lhes perguntar quanto eles estavam ganhando para se manifestar daquela maneira.
Como é procedimento corriqueiro de seu partido comprar "manifestantes", o comportamento daquele grupo está muito além de sua compreensão. Então eu lhe respondo, senhor deputado: o que aqueles brasileiros estavam ganhando era o desfrute da felicidade de manifestar seu descontentamento com os rumos bolivarianos que este país está tomando. Estavam gozando do direito de manifestar sua cidadania, conduzindo a Bandeira do Brasil como símbolo do país que amam e cuja liberdade querem defender. (Talvez o Sr. ainda se lembre dela: é um pavilhão verde-amarelo e não esse vermelho que seu partido usa em todas as circunstâncias).
É muito importante lhe recordar, senhor deputado, que o Sr. deve absoluto respeito àquelas pessoas que destratou, pois toda a autoridade de que o Sr. infelizmente dispõe lhe é delegada exatamente por cidadãos como aqueles. É gente como eles que paga seu salário que, aliás, o Sr. já se prepara para aumentar. São criaturas como aquelas que contribuem com seu suor para produzir os recursos que seu partido desvia desavergonhadamente das empresas públicas, ou melhor, de todos os lugares onde existir algo para ser apropriado indevidamente.
Embora a ache extremamente deselegante para um representante do povo, se dirigindo ao próprio povo, entendo perfeitamente sua atitude.
Não se pode reprochar ao cão por ladrar, à serpente por inocular veneno ou ao lobo por ser um predador. É da natureza deles.
Da mesma forma, não há que se surpreender pelo fato de um petista mentir, fraudar, apoderar-se dos recursos públicos e, no caso do Sr. ontem, por não poder acreditar que haja patriotas capazes de se manifestar apenas por amor à democracia. Isso é da natureza intrínseca do petista e o Sr. é um lídimo representante deles.
O governo petista cansou-se de correr riscos. Expôs-se ao mensalão para comprar parlamentares que o apoiassem por dinheiro. Simultaneamente desenvolveu o petrolão, para aumentar enormemente o número de zumbis morais em seu curral. Deu-se mal no caso do mensalão e ainda pior no petrolão.
Agora, chega de sobressaltos. Chega de comprar parlamentares um a um. Basta distribuir verbas convenientemente, compram-se consciências por lotes de centenas, o custo e o risco do processo são muito menores e os resultados garantidos.
Não sei quanto CUSTA para o governo cada um desses nobres representantes do povo, à venda. São tantas as "boquinhas", tantas as sinecuras, tantas as verbas de compadrio que se torna muito difícil descobri-las todas.
Mas é muito, muitíssimo fácil, saber quanto cada um deles VALE.
Queira aceitar, senhor deputado, as manifestações do meu mais profundo desprezo.

Sinceramente,

Cel José Gobbo Ferreira




0 comentários:

Postar um comentário

Followers

Google+ Followers

Leve nosso QR Code

Leve nosso QR Code